Seja bem vindo ao meu mundo de idas e vindas.
E que você venha e vá, mas volte sempre!

Passaram por aqui

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Morte e vida Severina

"O meu nome é Severino,  
como não tenho outro de pia. 
Como há muitos Severinos, 
que é santo de romaria,  
deram então de me chamar 
Severino de Maria 
como há muitos Severinos 
com mães chamadas Maria, 
fiquei sendo o da Maria 
do finado Zacarias.  
  
Mais isso ainda diz pouco:  
há muitos na freguesia,  
por causa de um coronel  
que se chamou Zacarias  
e que foi o mais antigo  
senhor desta sesmaria.   
Como então dizer quem falo  
ora a Vossas Senhorias?   

Vejamos: é o Severino  
da Maria do Zacarias,  
lá da serra da Costela,  
limites da Paraíba.   
Mas isso ainda diz pouco:  
se ao menos mais cinco havia  
com nome de Severino  
filhos de tantas Marias  
mulheres de outros tantos,  
já finados, Zacarias,  
vivendo na mesma serra  
magra e ossuda em que eu vivia.   
Somos muitos Severinos 
iguais em tudo na vida:  
na mesma cabeça grande  
que a custo é que se equilibra,  
no mesmo ventre crescido  
sobre as mesmas pernas finas  
e iguais também porque o sangue,  
que usamos tem pouca tinta.   
E se somos Severinos  
iguais em tudo na vida,  
morremos de morte igual,  
mesma morte severina:  
que é a morte de que se morre  
de velhice antes dos trinta,  
de emboscada antes dos vinte  
de fome um pouco por dia  
(de fraqueza e de doença  
é que a morte severina  
ataca em qualquer idade,  
e até gente não nascida).   
Somos muitos Severinos  
iguais em tudo e na sina:  
a de abrandar estas pedras  
suando-se muito em cima,  
a de tentar despertar  
terra sempre mais extinta,   
a de querer arrancar  
alguns roçado da cinza.   
Mas, para que me conheçam  
melhor Vossas Senhorias  
e melhor possam seguir  
a história de minha vida,  
passo a ser o Severino  
que em vossa presença emigra."


Esse é o Brasil.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Mentalforfose

A mudança é necessária em alguns momentos. Ela nos faz crescer. E pensar.
Para mudar, basta fazer diferente. Mude por você. Mude sempre. Mude para melhor.
Mude aqueles pensamentos, mude seus sentimentos. Não deseje mal a ninguém, mesmo a quem te magoa. Não pense em coisas negativas, ela atraem coisas ruins. Fala uma mudança, no corpo, no guarda-roupa, na mente.

Como diria Raul Seixas :
"Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo."
MENTALmorfoseie!

sábado, 4 de setembro de 2010


I can see it in your eyes
I can see it in your smile
You're all I've ever wanted, (and) my arms are open wide
'Cause you know just what to say
And you know just what to do
And I want to tell you so much, I love you ...

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para...
Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara...

Arquivo do blog